Seja Bem Vindo!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

NÓS SOMOS A GERAÇÃO QUE IRÁ PRESENCIAR A VINDA DE CRISTO


Uma pequena reflexão sobre a posição do “Arrebatamento das Primícias, Sacerdotes de Deus e de Cristo no Reino” e os “Santos da Tribulação, ou seja: Os Benditos de Meu Pai, de Mt. 25:31, que irão morar no Reino de Cristo”





Para aqueles que acham que vão morar no céu, vamos às Escrituras:

Salmo 115:15

  Sois benditos do SENHOR, que fez os céus e a terra.
16  Os céus são os céus do SENHOR; mas a terra a deu aos filhos dos homens.

Zacarias 14:9

E o SENHOR será rei sobre toda a terra.

Isaías 11:9

...porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.

Através desses três versículos, podemos admitir com toda a certeza que a terra é o local que Deus fez para os homens habitarem e não o céu. Não há na Bíblia nenhum versículo que afirme que iremos morar no céu, os versículos que apontam para a nossa morada futura atestam que iremos morar com Cristo, no seu Reino Celestial aqui na Terra.


É notória essa realidade quando vemos o Senhor nos ensinando a orar:

Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino

Jesus está nos ensinando a pedir para que:  “O Reino desça, cá para a terra”. Porém é fato conclusivo, pelas escrituras (I Ts. 4:16) que uma pequena parte dos vivos da Igreja de Cristo e os que morreram em Cristo, chamada de primícias, terá uma experiência celestial, tipificada em Elias, e acredito que em Moisés também, Elias tipificando os vivos e Moisés tipificando os mortos. Esta última, tipificação pode ser contestada pela sua irrelevância e falta de informações constantes nas Escrituras. Estes arrebatados, serão levados e mantidos no céu, por 75 dias (Dn 12:2/12), por razões não reveladas por Deus, e descerão com Cristo (Ap. 19:14) em sua vinda para, juntamente com os anjos, exercerem o julgamento das nações profetizado por Jesus, em Mt. 25:31 E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os* [santos e] anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; 32  E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; 33  E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. 34  Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundoE por  Paulo em I Co. 6:2 Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?

* A chave: [santos e], foi colocada por não constar do original grego, mas temos o apoio de I Ts. 3:13  Para confirmar os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso SENHOR Jesus Cristo com todos os seus santos. e de Jd. 1:14  E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos.

Para compreendermos melhor este assunto é importante observarmos a ordem dos livramentos de I Co. 15:23  Mas cada um por sua ordem: Cristo, [depois] as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.

Antes de continuarmos, vamos entender melhor a questão das primícias:
   
Primícias, são os primeiros frutos de uma arvore, ou lavoura, que nascem e amadurecem bem mais cedo do que a sua massa (carga  de uma colheita), os rabiscos são aqueles frutos que depois de uma colheita ainda não amadureceram e por tanto não podem ser colhidos juntamente com a massa. Essa era forma  que os judeus chamavam as três etapas de uma colheita: 1) Primícias, 2) Massa e 3) Rabiscos. Quem tem experiência agrícola, sabe muito bem que os frutos temporões (primícias), significam uma parte insignificante se comparados aos da colheita (massa), e por fim ficam os frutos que amadureceram tardiamente (rabiscos), por nós brasileiros chamados de restolhos, que são colhidos bem após a colheita propriamente dita.

Números 15:21

 Das primícias das vossas massas dareis ao SENHOR oferta alçada nas vossas gerações.

Se abrasileirarmos esse versículo ele ficará assim: Dos temporões das vossas colheitas, dareis ao Senhor oferta alçada nas vossas gerações. Em I Co. 15:20, Yahshua é considerado como primícias, por que foi o primeiro dentre os mortos da igreja, não se esquecendo que o texto diz "se fez primícia e não é primícia". Paulo em Romanos 11:16 diz:  E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.

Agora vamos localizar, no período tribulacional, essas primícias de I Co. 15:23:

Ap. 14:2

E ouvi uma voz do céu, como a *voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas.
3  E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra.
4  Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro.

*Voz de muitas águas = grande multidão

Ap. 7:9

Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; 10  E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. 11  E todos os anjos estavam ao redor do trono,
 e dos anciãos, e dos quatro animais 14  E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.
17  Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes *servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.
   
Ap. 19:1 

E, DEPOIS destas coisas ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor nosso Deus;
4  E os vinte e quatro anciãos, e os quatro animais, prostraram-se e adoraram a Deus, que estava assentado no trono, dizendo: Amém. Aleluia!
6  E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina.
8  E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.

11  E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. 12  E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. 13  E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. 14 * E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e [os] vestidos de linho fino, branco e puro.

Apocalipse  6:9

 E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.
10  E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
11  E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.
12 E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue

É irrefutável a afirmação de que os Textos acima, de Ap. 14:2, Ap. 7:9, Ap. 19:1/14 e Ap. 6:9, falam dos Arrebatados.

Sabemos que Yahw nosso Pai, por Abraão, escolheu 12 tribos para formar o seu povo aqui na terra no início das nações, assim como Yahushua, nosso salvador, escolheu 12 discípulos para acompanhá-lo aqui na terra durante seu ministério, vemos em Ap. 7, o número 144.000 de escolhidos para lhe acompanhar no seu Reino aqui na Terra, que está por vir. Assim como sabemos que todos que cumpriram a lei de Moisés até Cristo, bem como os mortos convertidos da Igreja, serão ressurretos e arrebatados (Dn 12:2, I Co 15 e I Ts. 4:16), pouco antes da Vinda do Senhor em glória (Ap. 19).

Concluímos daí, que o Reino de Cristo será formado por dois povos: Os ressurretos arrebatados na condição de Reis e Sacerdotes e os vivos, "benditos de meu Pai" de Mt. 25:31, que serão os povos da Terra no Reino Milenial de Cristo. Todos enxertados no tronco da Oliveira Legítima que é Cristo.
  
Rm. 11:17

E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira,
18  Não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti.
19  Dirás, pois: Os ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado.
20  Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé. Então não te ensoberbeças, mas teme.

Ef. 2:12

Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
13  Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
14  Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,
15  Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
16  E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.

Gl. 3:7

Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão.
8  Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. 9  De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão.
10  Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.

 Os antigos judeus não aceitaram a Cristo e Ele estava amplamente presente nas profecias dos profetas de Israel. Assim como a lei foi ab-rogada o antigo judaísmo que representava uma forma de adoração a Deus, ao negar Jesus, foi extinto como tal. Fica claro aí, que todo israelita, deve, como todos os gentios, se converter a Cristo se quiserem fazer parte do Reino. Os que atestam que Israel receberá qualquer tratamento diferente em qualquer época, estão contados como heréticos, participantes da operação do erro de II Ts. 2:11, ou estão dando crédito aos  ensinamentos errados dos “pastores teológicos”.

Nos textos apontados anteriormente, esclarecemos que primícias é uma pequena parte da igreja, que é a massa e que depois de Jesus não existe separação entre igreja e Israel e que antigo judaísmo tornou-se uma seita maldita, como o islamismo ou qualquer outra que nega ao Senhor.

Agora vamos definitivamente falar da questão: posição temporal do arrebatamento e livramento da igreja na tribulação.
  

Como diz Marvin Rosenthal em seu livro
“The Prewrath Rapture” (O Arrebatamento Antes da Ira):

“É impossível treinar efetivamente um exército para
uma batalha importante,
se os soldados souberem que jamais irão participar da mesma” 

(p. 282).


Para tanto precisamos ainda, resolver mais uma questão:

“O que é VINDA DE CRISTO e o que é
MANIFESTAÇÃO OU PRESENÇA DE CRISTO?”

  
PAROUSIA SIGNIFICA “PRESENÇA” E NÃO “VINDA”

Pa·rou·sí·a é uma palavra grega formada de pa·rá (ao lado de) e ou·sí·a (o ser ou o estar; um “ser”; derivada de ei·mí, que significa “ser” ou “estar”). Significa literalmente “o estar ao lado de”, isto é, uma “presença”. Ela é empregada 24 vezes nas Escrituras Gregas Cristãs. (Mt 24:3, 27, 37, 39; 1Co 15:23;  16:17; 2Co 7:6, 7;  10:10; Fil 1:26;  2:12; 1Te 2:19;  3:13;  4:15;  5:23; 2Te 2:1, 8, 9; Tg 5:7, 8; 2Pe 1:16;  3:4, 12; 1Jo 2:28.) Na literatura grega secular, pa·rou·sí·a  tornou-se o termo oficial para a visita duma pessoa de grande destaque, também uma subseqüente presença. Assim, parousía não tem a idéia de vinda


Em Mateus 24:27, vemos que o senhor não vem pra terra, e sim se torna presente, provavelmente nos ares como diz, Paulo em: I Ts. 4:17 Depois nós..., seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.


Mt. 24:27

Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda [PAROUSIA = Παρουσία] do Filho do homem.

Para se entender melhor o texto, temos que imaginar que Jesus estava dando um resumo do que aconteceria nos 1.260 dias tribulacionais, como por exemplo:


29  E, logo depois da aflição daqueles [1.260] dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.

Agora, já no verso 30, podemos afirmar que, já se passaram os 1.260 dias e o Senhor vem para julgar as nações (1.335 dias Dn 12:12), cumprindo Ap. 19:14 e Mt. 25:31. E chamar a Igreja: Vinde Benditos de Meu Pai...  

30  Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo [ἐρχόμενον] sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.


31  E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.



Tais versículos, merecem uma atenção especial, por que sabemos que após o arrebatamento, não virá nenhuma catástrofe que aniquile a todos, por que se assim fosse, teríamos que afirmar que o profeta Joel seria um escritor de mentiras. Observe alguns dos acontecimentos, pós arrebatamento.

Joel 2: 28

E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.
29  E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito. 30  E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça. 31  O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR. 32  E há de ser que todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo; porque no monte Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como disse o SENHOR, e entre os sobreviventes, aqueles que o SENHOR chamar.

O texto acima do profeta Joel, é o mesmo do profeta João do Apocalipse 6:12, e observamos no versículo 11 os arrebatados no céu, clamando por justiça. Por esses versículos podemos observar grande atividade humana na terra, inclusive de salvos. Daí a incoerência de se aplicar o texto de Mt. 24:39, ao pé da letra. Ai caberia a palavra que diz que a letra mata, mas o Espírito Vivifica.

Apocalipse  6:11

11 ...até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos...
12 E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue

E não podemos de maneira nenhuma deixar de considerar o Capitulo 12 do Apocalipse, A MULHER VESTIDA DE SOL SOBRE A LUA, que se refere aos Benditos de Meu Pai, nação santa de Abrão, a saber a Igreja de Cristo, embora 90% dos crentes não concordem.





Congregação Cristã do Segundo Advento
henrique gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário